CONTATO

Fale conosco

(21) 2494-9144 - atendimento.cittaclinic@gmail.com

Enviar

Clareamento Dental

Abaixo, apresentamos as dúvidas mais comuns sobre clareamento dental, um procedimento odontológico que visa melhorar a aparência dos dentes, proporcionando um “sorriso mais branco” e mais bonito.

O clareamento dental pode ser realizado por qualquer pessoa?

Sim, o clareamento dental pode ser realizado para clarear dentes hígidos, perfeitos, sem nenhuma restauração em resina composta e também em dentes com pequenas restaurações estéticas em resina composta. Porém, os géis clareadores não exercem nenhum efeito sobre as resinas ou porcelanas. As únicas contraindicações para o clareamento são para gestantes e pacientes com doenças gengivais, cárie ou qualquer outra patologia bucal.

Posso fazer o clareamento sem consultar o dentista?

Não é recomendado. É fundamental que todo paciente siga a orientação do seu dentista, que fará a monitoração do tratamento de clareamento dos dentes do início ao fim. Não é recomendado adquirir produtos de clareamento em farmácias e drogarias, pois estes produtos não têm a mesma eficiência daqueles usados pelos profissionais e podem provocar efeitos secundários indesejados, como a sensibilidade com frio e quente, e nenhum resultado aparente.

Quais são as técnicas disponíveis para clarear os dentes?

Para a maioria dos pacientes, os dentes podem ser clareados de três maneiras:

  1. Em consultório: mínimo de duas a três sessões de 60 minutos cada (para manchas genéticas), com géis clareadores à base de peróxido de hidrogênio a 35%, ativados ou não por Laser ou Led.
  2. Em casa, através do uso de uma moldeira pré-fabricada na qual o cliente coloca um gel clareador à base de peróxido de carbamida (nas concentrações de 10, 15 ou 20%), por um período mínimo de 14 dias ou noites, dependendo da intensidade das manchas.
  3. Associação das duas técnicas acima citadas, com uma sessão em consultório + 7 a 10 dias usando moldeira + gel à base de peróxido de carbamida. Das 3 técnicas citadas, esta é a que apresenta os melhores resultados, pois envolve o acompanhamento do profissional e os recursos necessários para bons resultados.

Posso clarear os dentes que tenham coloração castanho-acinzentada?

Esse tipo de mancha dental nas cores castanho ou marrom escuro associado ao cinza, ocorre nos pacientes que tomaram o antibiótico Tetraciclina durante a infância. Este medicamento tem uma molécula de coloração castanho-acinzentada, que se incorpora à dentina durante a sua formação, ainda na fase de germe, pigmentando-a de forma irreversível, conferindo uma cor desagradável aos dentes. As técnicas de clareamento dental não são suficientes para eliminar este tipo de mancha, porém consegue-se alguma melhora. Para resultados estéticos de excelência, pode-se lançar mão das facetas laminadas de porcelana.

O uso de gel de clareamento provoca algum dano às gengivas?

Na maioria das vezes não. Alguns pacientes podem apresentar uma ligeira sensibilidade nas gengivas ao utilizar o gel numa concentração maior, como por exemplo 20%. Caso isto ocorra, basta suspender a aplicação por uma noite. Sempre que ocorrer algum tipo de sensibilidade, entre em contato com seu dentista.

O clareamento dental provoca enfraquecimento dos dentes?

Essa ideia na realidade é um mito. Há uma infinidade de artigos científicos evidenciando que não ocorre enfraquecimento do esmalte nem da dentina. A técnica de clareamento com moldeira + gel está consagrada desde os anos 80 e não provoca nenhum tipo de enfraquecimento dos dentes.

Os géis clareadores danificam e/ou modificam a cor das restaurações de resina e coroas de porcelana?

Não. Os produtos clareadores não alteram a cor dos materiais restauradores, apenas dos dentes. Sendo assim, após o clareamento torna-se necessário substituir as restaurações em resina e/ou amálgamas.

A partir de que idade pode ser feito o clareamento?

A partir dos 15 anos é aceitável, sem limite de idade.

Quais recomendações devemos seguir durante o tratamento de clareamento dental? Posso beber coca-cola e café?

Veja abaixo o que não é possível fazer durante o tratamento de clareamento dental:

  1. Não fumar;
  2. Não tomar café, vinho tinto, suco de uva, chás escuros, refrigerantes à base de cola (Coca/Pepsi);
  3. Não bochechar com soluções coloridas à base de álcool e clorexidina;
  4. Não ingerir alimentos com pigmentos fortes como açaí, molho de tomate, beterraba etc.;
  5. Informar o dentista caso haja sensibilidade dental ou gengival.

Quais os efeitos colaterais do clareamento dental? Ocorre muita sensibilidade com frio?

Após o quarto ou quinto dia de uso da moldeira + gel, pode ocorrer uma sensibilização dos dentes com frio, porém este incômodo passa com o tempo, não havendo a necessidade de tomar nenhum analgésico. São raros os casos de dor.

A técnica de clareamento em consultório pode gerar maior sensibilidade, pois utilizam-se géis em concentrações maiores, de 25 a 38%.

Um aspecto importante a ser considerado diz respeito à qualidade dos géis para clareamento utilizados, pois há géis no mercado que clareiam pouco e produzem muita sensibilidade devido à sua alta acidez (pH baixo), podendo, em alguns casos, levar os dentes ao tratamento de canal. Portanto, cuidado ao escolher seu dentista e pergunte a ele se os géis utilizados são de boa procedência, de fabricantes consagrados no mercado.

Quanto tempo dura um clareamento dos dentes? Os dentes escurecem depois de um tempo?

A durabilidade do clareamento dental depende em sua maior parte dos hábitos alimentares, de higiene e da assiduidade do paciente ao consultório. Nos pacientes fumantes, os que tomam muito café, refrigerantes à base de cola, chás escuros, vinho tinto e açaí, por exemplo, o clareamento dental dura pouco, devendo ser repetido uma vez ao ano. Os pacientes que não têm esses hábitos podem repetir o tratamento a cada dois ou três anos. É importante salientar que, quando os dentes clareados escurecem, nunca mais voltam à cor original.

De qualquer forma, o clareamento dental tem a finalidade de trazer beleza ao sorriso e é um procedimento muito comum da estética bucal, recomendado a todos.

Voltar